Vaga os pulcherrimum
Carlos Drummond de Andrade [libera versio]

(pauper pauper translation: H.M. de Oliveira)


Vaga os pulcherrimum

punctum superficiei invenire

quod placet in ignem capere fructus

quod non comederim sed mollis cibum

calidus sucus, donec exhaurire

et relinquit tibi, aut sit mollem,

os madent deliciis sed delectationis

ut fructus et ore munus.

 

Mimosa boca errante


Mimosa boca errante

à superfície até achar o ponto

em que te apraz colher o fruto em fogo

que não será comido mas fruído

até se lhe esgotar o sumo cálido

e ele deixar-te, ou o deixares, flácido,

mas rorejando a baba de delícias

que fruto e boca se permitem, dádiva.